sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Provavelmente

Nunca percebi quando se deixa de ser pequeno para se passar a ser crescido. Provavelmente quando a parente loira passa a ser referida, em português, como «a desavergonhada da Luísa». Provavelmente quando substituímos os guarda-chuvas de chocolate por bifes de tártaros. Provavelmente quando começamos a gostar de tomar duche. Provavelmente quando cessamos de ter medo do escuro. Provavelmente quando nos tornamos tristes. Mas não tenho a certeza: não sei se sou crescido.

António Lobo Antunes

1 comentário:

Mariana Pinto da Costa disse...

Provavelmente! :)